03 dezembro, 2008

1° de Outubro

Outubro 2, 2006
O PT näo era um partido… era um sonho. De tantos. E dos meus pais… e que eu tomei como meu. Um sonho que por um instante pareceu possível…
Mas a estrela caiu…
E hoje aqui, me sinto melhor… porque eu näo saberia por onde andar numa noite escura sem estrelas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário