04 dezembro, 2008

näo-carnaval 2008

Fevereiro 6, 2008
finalmente é quarta-feira de cinzas… eu sobrevivi!!!
sobrevivi ao primeiro näo-carnaval da história da minha história desde que eu me entendo por gente.
minto. segundo. porque o primeiro näo-carnaval que eu consigo me lembrar data de 1996, doze anos atrás… eu tinha doze anos e quatro dias sem aula era tempo suficiente pra ler pela primeira vez o “Mundo de Sofia”. foi um carnaval interessantíssimo.
minto. foi um carnaval interessante. os carnavais interessantíssimos comecariam um ano depois, e aconteceriam todos os anos entre as ladeiras de olinda e os palcos do recife antigo.
saudades.
minto. SAUDADES. maiúsculas assim.
SAUDADES das marchinhas. SAUDADES das fantasias. SAUDADES do calor. SAUDADES do frevo. SAUDADES do rock… mas principalmente SAUDADES dos amigos. daqueles que a gente encontra o ano todo, inclusive no carnaval. e daqueles que a gente encontra uma vez na vida, somente no carnaval. SAUDADES de C.A.T., SAUDADES de “Seu Malaquias”, SAUDADES do “Parafusos”, SAUDADES de “recordacöes”, SAUDADES da cana com mel, SAUDADES da cerveja quente do Bonfim, SAUDADES do “seboso”…
SAUDADES… SAUDADES enormes de uma recife mágica. de uma recife que só existe uma vez por ano. SAUDADES que só existem no carnaval.
.
.
.
sobrevivi. mas foi a última vez que aceitei um näo-carnval sem resistência!

Nenhum comentário:

Postar um comentário