26 março, 2009

sobre recife...

de longe, nesses dois anos e meio, recife sempre fora, em meio aos meus choros e saudades, a cura do mal.
de perto mostrou-se ser o que sempre foi: feia, caótica, suja... o lugar do qual eu sempre quis fugir.
daqui... novamente de longe, fico feliz por ter ido embora. mas näo sem lamentar a falta da família e dos poucos amigos. eram (e säo) eles, na verdade, o lugar pra onde eu sempre vou querer voltar.