30 novembro, 2009

color!



- o que é ISSO?! o.O
- näo é lindo meu esmalte novo? =}
- ...
- ?!?!
- ...
- fala.
- minha mäe me ensinou que quando eu näo tiver alguma coisa boa pra falar é melhor que eu fique calado.
- o.O


mas ó, nem ligo!
tô super me amando com esse esmalte pink-vermelho-fluor-fever da cor da minha papoula.
minha mäe diria "chocante".

20 novembro, 2009

parapapa

nem me espanta mais quando os alemäezinhos resolvem lambadear no fim da naitxe ao som de kaoma... por que, né? quem se importa se a música tem 200 anos, quando é latina, é exótica, é hot e taws?! mas minha geeeente, o novo hit dos alemonstrinhos de balada é isso aqui:



com direito a coro frenéééético no refräo: "parapapapapapa..."
alguém me explica?!

19 novembro, 2009

copyright

com esse bando de tapado que tem no mundo, fica difícil ser inteligente sem perder a paciência.
na escola eu era cheia de "amigos"... na semana de provas, ... ou quando tinha trabalho em grupo. e funcionava assim: eu respondia as questöes e mané copiava, eu fazia e neguinho assinava o nome. e era assim até que me irritei e comecei a responder errado e trabalhar em grupos de dois: eu e eu mesma.
aí o tempo passa e transforma os tapados escolares em tapados universitários: neguinho que abre uma revista e COPIA um projeto INTEIRO e apresenta como seu, com direito a fundamentar idéias usw... ou neguinho cara-de-pau que COPIA descaradamente o projeto do colega de classe (no caso o MEU), já apresentado e já elogiado na semana ANTERIOR.
Mas pior que um bocó cara-de-pau... säo dois. DOIS tapados com a cara (de madeira) e a coragem de C.O.P.I.A.R (igual, igualzinho!!!) meu trabalho e dizer que tiveram, ao mesmo tempo, vejam só, a inspiracäo assim... divina (oi?!).
FICOPUTA!

16 novembro, 2009

iron & wine



o que eu tava fazendo que näo ouvi isso antes?!

03 novembro, 2009

um nó na garganta

Faça uma lista de grandes amigos
Quem você mais via há dez anos atrás
Quantos você ainda vê todo dia
Quantos você já não encontra mais...
Faça uma lista dos sonhos que tinha
Quantos você desistiu de sonhar!
Quantos amores jurados pra sempre
Quantos você conseguiu preservar...
Onde você ainda se reconhece
Na foto passada ou no espelho de agora?
Hoje é do jeito que achou que seria
Quantos amigos você jogou fora?
Quantos mistérios que você sondava
Quantos você conseguiu entender?
Quantos segredos que você guardava
Hoje são bobos ninguém quer saber?
Quantas mentiras você condenava?
Quantas você teve que cometer?
Quantos defeitos sanados com o tempo
Eram o melhor que havia em você?
Quantas canções que você não cantava
Hoje assobia pra sobreviver?
Quantas pessoas que você amava
Hoje acredita que amam você?
(Oswaldo Montenegro)

02 novembro, 2009

laura marling


quero irmimbora pra irlanda.