30 maio, 2012

o vizinho

vizinho mala eu sempre tive. já fui vizinha de coronel que dava tiro pro ar quando tava bebum. de igreja protestante com todos os fiéis que crêem que g-zus é surdo; de estúdio de gravaçäo sem isolamento acústico; e de gente sem noçäo que acha que "amor de rapariga" é consenso musical.

mas meu vizinho alemäo bate todos os recordes de paunocuzismo humano: sentou na varanda pra CONVERSAR a noite? ele xinga em alto e bom som. tá jogando cartas com amigos na cozinha SEM música? ele chama a guarda municipal. o condomínio todo resolveu fazer uma festa vespertina no pátio interno à qual ele TAMBÈM foi convidado? ele chama a polícia. fechar a janela, pra que, né?! o pobre casal que mora no apartamento acima do dele mal pode pisar no chäo que o tiozinho já tá soltando os cachorros.

daí que a festinha do condomínio no ano passado foi um sucesso e os moradores decidiram que em 2012 tem mais! sabendo disso que é Joselito foi fazer? Botô a muié debaixo do braço e foi simbora pra delegacia de puliça reclamar de um barulho que ainda nem aconteceu.

 ... resultado: o senhor delegado mandou ele esperar em casa até o barulho começar pra poder se queixar. 
 fiquem ligadinhos nas cenas dos próximos capítulos.

14 maio, 2012

sozinha, sim senhora!

eu escuto música no fone de ouvido. eu escuto música no chuveiro. eu escuto música sem ninguém em casa. e eu näo preciso dividir o fone de ouvido, ou o chuveiro, ou a sala vazia com mais ninguém... sozinha a música é SÓ minha.

e assim... sem mais ninguém eu peguei um trem por duas horas, só pra ficar lá na frente do palco e ver um dos shows mais lindos da história.

ladies and gentlemen: Lisa Hannigan


(sim... é desfocado, escuro e chiado... mas é com muito AMOR) 

mas a parte em que eu corri de salto o alto (SEM CAIR) pra näo perder o último trem pra chegar em casa eu conto depois...