26 junho, 2012

o não-vestido

me desculpem vocês moçoilas casadeiras, mas existem poucas coisas no mundo mais bregas do que vestido de noiva (e bolo de noiva, e buquê de noiva, e penteado de noiva, e...). e foi por isso que deus me proveu de bom gosto e me fez nunca desejar um troço desses. 
sendo assim, eu desejei o não-vestido. que é o vestido, mas que não é de noiva e é coisa linda-de-morrer, e normalmente (mas graça a shiva não sempre) custa os zói da cara (e todos os outros órgãos do seu corpo também!).

ou seja, para POBRES mortais, missão quase impossível:




mas veja bem, colega, allah é bom e a internet é amyga. e desse jeito o não-vestido perfeito cruzou o atlântico de navio, passou pela alfândega alemã (o que deixou mais pobre), passou no meu quadril e encheu a minha vida de clichê e amor: quando você veste o vestido, você sabe que é ELE.


... agora é só perder uns quilinhos (projeto #magralinda continua!) pra poder respirar tranquila na hora de dizer "sim".

Um comentário:

  1. tô super curiosa pra te ver com esse vestido! já amei os detalhes!

    ResponderExcluir