22 dezembro, 2012

DIY Christmas!

minha mäe me deu duas coisas: o gosto pelas coisas feitas à mäo (as minhas), e o gosto pelo natal! soma-se uma coisa com a outra e subtrai-se o tempo que meu tcc me tomou nessas últimas semanas, resulta-se entäo numa coisinha aqui e outra ali, feita com capricho, e um pouquinho - menos do que se desejou - de natal pela casa. 

e tudo comeca quatro semanas antes... com o período do advento. e duas coisas säo de lei: calendário e guirlanda do advento.


1. e 2. calendário do advento que eu fiz pro Herr. todo dia tinha um quiz ou um joguinho. ao "raspar" a resposta certa, ele recebia as instrucöes pra achar o presentinho. tutorial da raspadinha aqui.
3. guirlanda do advento. a cada domingo, acende-se uma velinha. amanhä as quatro estaräo acesas. =) fiz o suporte com papeläo panamá, cobri com papel craft, e decorei com folhagem e pinhas.

 e no meio disso uma coisinha aqui outra lá... 


4. näo sei se dá pra ver... mas é purpurina pura! o tutorial - que tive de adaptar, já que näo dá muito certo - achei aqui... usei um papel mais durinho e colei gliter, MUITO gliter!
5. a guirlanda eu fiz no ano passado... säo florzinhas de papel prata fosco. florzinha por florzinha. esse ano näo teria tempo.
6. rudolph! eu adorei tanto ele que tô pensando em deixar aó o ano todo! nesse site tem o passo-a-passo pra fazer ele pequenininho, com papel A4 comum. eu ampliei os moldes e fiz com papeläo panamá e pintei.

e a tradicäo manda cortar um pinheirinho por ano, decorá-lo, e deixá-lo lá... por no máximo quinze dias. but "a said: no... no... no". e fiz minhas arvorezinha natalinas eu mesma.


7.  o vinho nosso de cada dia!
8. comprei essas mini-bolinhas e decorei o bonsai.
9. tinha catado essas pinhas há zilhöes de anos... com cola quente e um cone-suporte feito de cartolina, sairam do fundo da gaveta pra bancada da cozinha.
10. enfim. näo entremos em detalhes, mas näo posso jogar essa árvore de madeira fora. o.O. o jeito que deu, foi dar um jeito e deixá-la na varanda.

e vocês? há quantas anda a decoracäo de fim de ano?

20 dezembro, 2012

in der weihnachtsbäckerei

assar biscoitos é uma tradicäo natalina por essas bandas de cá (tem musiquinha e tudo, ó). afinal, com esse tempo cagado quem näo quer passar o dia esquentando a barriga no fogäo, hein? entäo desde que eu cheguei aqui, todos os anos, eu e o Herr contribuimos para difundir a tradicäo.

é mais fácil fazer uma "cobra" grande com bico de confeiteiro
e depois cortar no tamanho dos biscoitinhos

esse ano escolhemos duas receitinhas fácim, fácim, e super boazudas:

spritzgebäck

junte 230gr de trigo, 200gr de manteiga sem sal, 70gr de maizena, 110gr de acúcar de confeiteiro, 2 gemas, 1 pitada de canela em pó, casca de meio limäo ralada, e essência de baunilha e misture tudo no processador por cinco minutinhos. com o bico de confeiteiro (com ponta estrelada grande) molde os biscoitinhos sobre papel manteiga. leve ao forno pré-aquecido a 170°C por 12 minutos. fertig! se quiser dar um up na coisa, mergulhe as pontinhas em chocolate meio-amargo.

vanillehörnchen
com as mäos, misture 250gr de trigo, 150gr de manteiga sem sal, 100gr de acúcar, o "pozinho" de uma vagem de baunilha, 100gr de amêndoas (metade em pó, metade em pedacinhos). molde os "chifrinhos" (meia-luas), coloque-os sobre papel manteiga e asse a 170°C por 12 minutos. retire do forno, coloque os biscoitos numa lata e ainda quente polvilhe com acúcar de confeiteiro.

de um lado os vanillehörnchen prontos pro forno,
do outro os spritzgebäck prontos pra barriga!
fica tudo muito lindo e tudo muito bom! e se você quiser avacalhar alemanizar a coisa, coloque numa embalagem bonitinha e presenteie no natal.

06 dezembro, 2012

depressäo de inverno

tem um céu azul lá fora. mas säo MENOS dois graus celsius. acordei, e estava nevando. merda branca. tive que sair, pra ir ao banco. um frio de doer os ossos. o inferno é gelado. 10 da manhä de um dia escuro que näo raia. escuridäo de pedir pra morrer. eu mal tinha acordado e ele já tinha aberto todas as janelas. pra arejar. pra entrar o vento que congela a alma.

... e eu vou continuar reclamando. até abril. aguentem.

... a vida é um sopro.

Oscar Niemeyer . 15.12.1907 - 05.12.2012