23 setembro, 2014

pra saudar o outono: tarte de peras ao vinho tinto

quando assumimos o jardim ano passado a pereira e as duas macieiras estavam super carregadas. como tinha um monte de coisa pra limpar e organizar, näo tive tempo de cuidar da colheita e as peras acabaram indo pro lixo.


esse ano o outono acabou de chegar, e com ele pera de mol. mas diferente do ano passado, esse ano tem colheita! e já comecei querendo ser fina e arrumar uma receita de tarte francesa de peras no vinho tinto.

mas eu tenho essa mania mania horrorosa de olhar só os ingredientes da receita e já resolver fazer o negócio sem nem saber do preparo... e o preparo era essa coisa francesa de... três dias. sério. aí eu resolvi fazer do meu jeito (que é só de um dia pro outro, gente), e ó... num é que deu certo?


pras Peras ao Vinho Tinto, que säo o recheio da Tarte, eu usei uma panela grande e cozinhei 1 garrafa de vinho tinho seco, 250ml de água, 130gr de açúcar, 80gr de mel, 1/2 limäo fatiado, 1 pedaço de canela-em-pau e pimenta preta moída a gosto. enquanto a coisa cozinhava, descasquei 1,25kg de peras. cortei longitudinalmente e tirei o miolo com as sementes. coloquei as peras na panela e deixei cozinhar por cerca de 15 minutos (até que elas fiquem mais macias). retirei as peras do vinho, joguei fora o limäo e a canela, e esperei o líquido esfriar. depois coloquei tudo numa tigela com tampa na geladeira até o dia seguinte.

no outro dia, coei as peras e fiz uma reduçäo com a mistura de vinho tinto. pra isso é só deixar o líquido cozinhar em fogo baixo até que mais ou menos 3/4 da mistura evaporem mexendo de vez em quando (no final ficou mais ou menos 250ml)

pra Massa misturei com as mäos 125gr de manteiga sem sal, 50gr de farinha de amêndoas, 200gr de farinha de trigo, 1 ovo, 90gr de açúcar, essência de baunilha e uma pitada de sal... até ficar uma massa lisa que eu embrulhei com plástico filme e deixei na geladeira enquanto o reduçäo de vinho tinto cozinhava.

depois de tudo preparado, com um rolo, abri a massa numa superfície coberta com farinha (se joga na farinha e abre com cuidado que a massa é meio "quebradiça") e forrei a base e as laterais de uma forma de 26cm de diâmetro (untada com manteiga). arrumei as peras, cobri com 1/2 da reduçäo de vinho tinto e assei por cerca de 50 minutos a 175°C.

o bonzäo é servir a torta ainda quente e acrescentar um pouco do resto da reduçäo... outra opçäo é servir com sorvete de baunilha, iogurte grego, ou sour cream!

e nas cenas no próximo capítulo: cutney... de pera, licor... de pera, e tudo mais que com pera dê pra fazer.

18 comentários:

  1. Oi, Ana! Vim aqui conhecer o seu cantinho também... Que post delícia, viu? Não apenas pela torta (pera com vinho é o máximo, esses franceses sabem das coisas!) mas também pela gostosura que deve ser ter uma pereira e uma macieira no quintal de casa... Aliás, para quem vive em "apertamento" como eu, só um quintalzinho já é um sonho... :)

    Beijos,
    Lidia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi lídia, brigadinha pela visita.
      na verdade eu também moro num apartamento... mas alugo uma horta-urbana perto de mim onde dá pra brincar de fazendinha ;)
      volte mais vezes, moça

      Excluir
  2. Vim aqui depois de um tempão e to saindo com fome! =D

    beijao

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. fala näo que eu já comi a metade da tarte sozinha o.O

      Excluir
  3. Deu água na boca... pêra é td d bom! Manda umas por DHL pra Augsburg que a gente ajuda a não desperdicar ;)

    E se tiver procurando mais receitas, dá uma olhadinha nessa aqui: http://www.pecan.com.br/receita-risoto-de-gorgonzola-pera-e-nozes/ (ainda não fiz mas achei fácil e diferente...)

    ResponderExcluir
  4. Oi Ana, é a minha primeira vez por aqui e já me dou de cara com uma maravilha dessas, amo pêras! Eu já tinha visto essa torta antes, mas nunca tinha lido a receita. Não fazia ideia que levava vinho, que interessante!

    Nos vemos por aí :)

    beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi marcela, a receita é mesmo simples no que diz respeito aos ingredientes... o segredo da coisa é mesmo o vinho, que dá um toque especial.

      brigadinha pela visita, volte sempre!

      Excluir
  5. Adorei a receita! Eu na verdade amo muito mais comer peras do que macas, mas como na jardim só temos uma macieira, nao vou reclamar da vida, ne?!7
    Eu amooooo chutney! Com um frango, com peixe, aiaiaia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vou testar o chutney ainda, karla... depois te digo ;)

      Excluir
  6. Nossa, fiquei com vontade de experimentar! E as fotos estão ótimas!!! :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. a receita é fácil... só precisa de tempo, meiri ;)

      Excluir
  7. cheguei de paraquedas e já adorei a receita, afinal, adoro peras... humm hummm delícia!!

    beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi bárbara, obrigada pela visita. depois me conta como ficou tua tarte!

      Excluir
  8. Como eu adoro "peras bebedas", por aqui chamamos assim! E vê-las numa tarte, que bom!!!

    Que achaste do blog? Gosto sempre de ouvir o que têm a dizer :) especialmente quem não me conhece pessoalmente. beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi luisa, o 1632 é o meu mais novo achado.
      adoro as cores e o bom astral que tem por lá!

      Excluir
  9. Ana, tuas tortas sempre me deixam com água na boca, fato. porque as fotos são tao perfeitas que dá vontade de comer... achei exagerado essa preparação em 3 dias. seria pra reduzir o recheio?

    sobre chutney, assistindo pela net o Masterchef Brasil da Band, como o povo nos primeiros episódios era cismado com esse tal de chutney (que eu não sabia o que era-abafa!) acabei me interessando e fiz um de manga. depois conta como ficou o teu :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. os três dias é pra "pegar o gosto", sabe?!
      mas a versäo de um-dia-pro-outro já fica bom demais.

      p.s.: hoje a tarde arrisco o chutney ;)

      Excluir