10 outubro, 2014

eu blogo, tu blogas

 

outro dia entrei num blog que eu já nem me lembro mais e ali, no canto direito, junto com a foto do perfil, tinha escrito bem grande "11 anos de blog". aí eu pensei nisso aqui, e percebi que depois de tanto escrever eu já näo fazia a menor idéia de quando começou.

fui fuçar e descobri que o primeiro post oficial do i'm talking with myself foi setembro de 2009. os arquivos do blog porém datam de dezembro de 2008, quando o blog ainda respondia por meio bossa nova meio rock and roll. mas se você for lá e esmiuçar dezembro, vai ver que a blogagem vai bater no finado fabuloso destino, lá em maio de 2006.

e a coisa näo pára por aí, apenas näo há dados que comprovem. mas se näo me falha a memória, já antes dele havia o entrelinhas, e antes dele, bem... antes dele havia uma longa linhagem de blogs autistas e suicidadas que começa junto com o advento da internet na minha vida e eu devo dizer que isso é lá por meados de 1998, aos 14 ou 15 anos...

e esse momento túnel do tempo veio bem a calhar já que nely, do sei lá, mil coisas me indicou pra responder a cinco perguntas sobre o blog:

1. Por que você decidiu criar o blog?
a questäo é: qual deles? eu sempre gostei de escrever, e sempre escrevi em diários. e foi por pura curiosidade que troquei o papel pelo teclado. hoje eu escrevo porque... eu escrevo.

2. Seus propósitos com o blog mudaram desde a criação do mesmo?
mudaram. e aí eu mudei de blog. e fiz isso sei lá quantas vezes até que há cinco anos cheguei aqui... e parece que dessa vez eu fico.

3. Você já encontrou pessoalmente alguém que conheceu exclusivamente através do blog?
sim... umas poucas, mas há tantas outras que eu queria encontrar!

4. Qual o post mais acessado e/ou comentado do blog? Por que você acha que ele teve "destaque"?
o mais acessado é o laubbläser dos infernos. um post que retrada bem um causo do dia-a-dia desse povo pitoresco com o qual eu decidi viver. e todo mundo adora pitorescidade.

5. Você já recebeu algum comentário negativo e/ou ofensivo? Se sim, você o publicou?
olha já teve gente fazendo propaganda. já teve pastor pregando a palavra do senhor. já teve gente perdida querendo informaçäo de sei lá o quê, que näo tinha nada a ver. mas falar mal ninguém chegou ainda aqui falando, näo...

...

e eu vou quebrar a corrente (só espero que näo dê sete anos de alguma zica, né?) e näo indicar diretamente ninguém, mas... talvez você aí se anima, "veste a carapuça", e responde também... hein?!

8 comentários:

  1. Putz, pastor pregando a palavra do senhor é dose, hein? Ainda bem que nunca rolou algo do tipo comigo, eu iria ficar muito puta da vida! Hahaha! Se o deus existe, ele tá fazendo um bom trabalho ao me livrar de seus seguidores! =P

    Beijos,
    Lidia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sorte tua, viu... pq eu tenho um imä pra seguidores... =/

      Excluir
  2. Hahahaha "todo mundo adora pitorescidade.", fato.

    Eu tb troquei o papel e a caneta pelo teclado e telinha, mas nao tenho uma história virtual tao longa qto a sua... quem sabe daqui a uns anos (sem falar que me divertido horrores com as histórias alheias).

    Danke Dir for sharing :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ahhh mas com a frequência que você escreve, näo demora muito pra ter um arquivo maior que o meu ;)

      Excluir
    2. hahahahaha medo de mim mesma... talvez eu deva voltar pro papel, lá escrevia menos...

      Excluir
  3. legal saber mais do(s) teu(s) blog(s). :) valeu por ter entrado no joguinho das perguntas. quebrou a corrente vai dar zica, 666 pastores invadirao teu blog até vc aceitar G-zuis ahahahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ain meodeos! e essa nem é a primeira corrente quebrada na vida. (vivo quebrando)

      Excluir