05 março, 2015

a balança e o espelho


foto © raquel lopez-chicheri
já faz uma vida inteira que brigo com a balança e o espelho.
na adolescência testei todos os tipos de dietas existentes... e o resultado disso foi um iô-iô.

de uns anos pra cá, com um amadurecimento que só os anos däo, aprendi a respeitar meu corpo: passei a comer melhor, passei a me exercitar, passei a me ver bonita... e o resultado disso foi o fim da briga.

de uns meses pra cá, com todos os mimimis que a vida me deu, cai no buraco negro da ansiedade. e o resultado disso é um número na balança que nunca foi täo alto na vida, noites mal dormidas e roupas que näo cabem mais em mim. voltei a brigar comigo e com o espelho.

mas de uns dias pra cá, com a cura que só o tempo traz, respirei fundo e deixei o buraco negro. tenho prestado atençäo ao que como, e consequentemente tenho comido melhor, tenho usado roupas bonitas, tenho dormido melhor, tenho lido mais, tenho praticado violäo, tenho me exercitado todos os dias. e o resultado disso é leveza. näo aquela que mostra a balança (ela é só consequência), mas aquela que mostra o espelho.

10 comentários:

  1. É isso. As brigas que temos com a balança são apenas um reflexos das brigas que temos com nós mesmas, com o mundo. Ansiedade, medo, raiva, tudo é somatizado pelo nosso organismo e se reflete, né? Melhor que se preocupar com os números da balança, é melhor se preocupar em equilibrar a balança interior, o resto é consequência.

    =)

    Beijos,
    Lidia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. porque a gente é mesmo mais importante que um número, né?! :}

      Excluir
  2. É incrível como tá tudo conectado e se uma coisa não tá bem o resto desanda né? Mas o importante é nunca desaminar de achar o equilibrio de nós mesmos e aos poucos mudando pra melhor dentro da gente que o resto vai acompanhando.
    :)

    ResponderExcluir
  3. Ai querida, passei por isso tb!!!! Hoje tô bem, venci ! Mas é por aí mesmo, com maturidade, um dia de cada vez, com sabedoria se chega a uma maior leveza, porém quando o coração tá bem e a alma sorrindo, o que acontece no corpo é apenas consequência!!!! O resto cuidará de si mesmo.

    Beijos e sucesso nessa jornada!
    Gisley Scott, A Exportada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. brigadinha, gisley. um passo depois do outro e a gente, aproveita a caminhada, e vai chegando lá

      Excluir
  4. eu já aprendi a respeitar meu momento e acreditar que meu super ultra mega ganho de peso tem todo o porquê de ser. tô passando por muita barra emocional. e o metabolismo diminuiu horrores depois dos 25, então tudo o que eu ponho pra dentro fica. eu fico torcendo pra essa fase passar e eu deixar de criar desculpas pra não me exercitar, porque só assim vou conseguir voltar a algum equilíbrio, porque só a alimentação controlada não vai adiantar. daí com essa desculpa eu continuo me jogando nas junk food. enfim, um ciclo vicioso horrível do qual preciso me livrar. mas é tudo coisa da nossa mente, como você mesma disse. é uma questão de olhar pra si de dentro pra fora. boa sorte, meu bem. você merece!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. quem nunca viveu esse ciclo vicioso, né? torço pra que você quebre o seu... porque você merece! :*

      Excluir