12 março, 2015

uma comédia ruim em três atos

wah-wah!
primeiro ato: domingo

e fez-se primavera! com um solzinho daqueles de colocar a rede na varanda e aproveitar a preguiça de domingo, tirar um cochilo enquanto a rede balança e rosar (levissimamente) a pontinha do nariz.
e aí o sol se vai, o vento frio fica e a rede e eu despencamos. a rede vai bem obrigada, minha bacia näo teve a mesma sorte e a coloraçäo roxa combina com o andar manco do lado direito.


wah-wah!
segundo ato: segunda-feira

näo deu pra dormir direito com uma dorzinha aqui outra ali. mas quem se importa? é um dia novo, de uma semana nova, o sol continua a brilhar, e...
... opa! meu joelho esquerdo achou que era uma boa idéia se jogar contra a quina no banco de madeira maciça, acertando aquela cavidadezinha por onde passa o ligamento nervoso e bater um novo récorde na escala "taquipariucaraipourra tô vendo tudo escuro" medidora do nível de dor que um ser humano pode suportar.

wah-wah!
terceiro ato: terça-feira

dorzinha na bacia do lado direito. joelho esquerdo cambaleante. mancar nunca foi täo equilibrado. e depois de dois atos dignos de uma comédia ruim, um sorriso no rosto, porque né?! o que mais pode acontecer?
olha, pode acontecer que meu planeta regente é murphy, e do próprio em espírito ~de porco~ querer baixar aqui pra terminar o espetáculo. senhoras e senhores, abria a porta do corredor com força e rapidez. e de preferência bata-a contra o joelho mazelado. naquela mesma cavidadezinha.

wah-wah... the end!
e sobem os créditos!

4 comentários:

  1. Gente, me senti assistindo o filme do Buster Keaton! Tadinha...

    Beijos e se cuida, não vá bater o dedinho mindinho por aí, hein?
    Lidia.

    ResponderExcluir
  2. Ai que dor!!! Pensei a mesma coisa que a Lídia, cuidado ai com o dedo mindinho! :)

    Melhoras :)

    ResponderExcluir
  3. entäo, meninas... já voltamos com a programaçäo normal ;)

    ResponderExcluir