28 abril, 2015

carta para dois mil e cinco

recife, dois mil e cinco

ana. que ano, hein!? vinte e (bem) poucos anos e nenhuma idéia do que fazer da vida. vinte e (bem) poucos anos e tantas idéias!

2005. pra começar, näo passa a noite de reveillon enchendo o saco de todo mundo. pára de chorar. termina com ele agora mesmo. você näo é uma pessoa má. ele é louco. BEM louco.

aproveita o carnaval... aproveita mais do que nunca! em dez anos você vai morrer de saudades de todas as marchinhas, do calor, das fantasias, dos encontros.

teria sido bom já ter começado com essa história de aprender a tocar violäo, né?! faz anos que tá empurrando com a barriga. continuando assim sabe no que vai dar? em nada.

ó, eu sei que você tá magralinda, mas deixa de ser sedentária, criatura! mexe essa falta de bunda. vai caminhar, andar de bicicleta, correr, fazer yoga... sei lá. qual-quer-coi-sa.

e já que é pra ser mais saudável aproveita e pára de tomar essa pílula, que ela vai ajudar a te dar uma bela de uma trombose... logo menos.

um conselho anti-stress: näo paga  'detalhes arquitetonicos' com aquela prof-basilisk, colega. näo vai servir pra nada nessa tua vida. pra na-da. só vai encher o seu coraçäozinho de ódio, e preparar sua carinha jovem pras rugas. apenas isso. pra na-da.

um segredo: {você vai conhecer o carinha com quem você vai casar ♥♥♥} aproveita e dá a porra do telefone pro moço... só pra facilitar as coisas. ahhhh... e leva ele naquele show do los hermanos... ele vai gostar de fazer parte dessa parte da tua vida.

näo deleta o blog! näo deleta, näo deleta, näo deleta! ele era autista, eu sei, mas em dez anos você já nem vai mais saber o que tanto que você escreveu nele, e vai morrer de vontade de ler.

ana. que ano, hein?! 
aproveita. ele vai te levar pra um lugar melhor!

p.s.: a idéia de escrever pra ana de 10 anos atrás eu roubei da JoutJout. e vocês, escreveriam o que pra aquel@ que ficou em 2005?

25 abril, 2015

summer breeze


sexta a noite antes de sair pra dançar. entre o "OMG, com que roupa eu vou?", a maquiagem, a vitrola a tocar pra ir animando, e ...

na-da-pra-be-ber. 

mentira. tinha cerveja na geladeira, vinho na estante e um carrinho-bar cheio de destilados. mas eu queria um cocktail, e o livro de receitas - que sempre costuma ajudar - näo tava ajudando. foi aí que pela primeira vez na vida resolvi arriscar e misturei no olho um negócio aqui... outro ali e... näo é que ficou bom?!?! 

batizei a criaçäo de 'summer breeze' porque vem chegando o veräo, é calor no coraçäo e pra fazer em casa você também, é simples assim, ó:

- 2.5 cl de rum malibu
- 2.5 cl de licor amaretto
- 100 ml de suco de laranja
- gelo

mistura tudo, termina a maquiagem, e sai pra dançar!

22 abril, 2015

link, link, link


eu tava aqui toda contente e orgulhosa comendo saudavelmente, riscando coisas aos montes das minhas "to do lists", fazendo esporte quase todo dia, e passando por aqui regularmente... até que veio o feriadäo e deu um tapa na minha disciplina e eu tô aqui passando gelol na motivaçäo que é pra ver se passa. nesse meio tempo já fui até o final da internet e voltei (e fui e volteu de novo). o que rendeu umas coisinhas pra dividir com vocês:

. primeiro, voltei oficialmente pra dois mil e nove e tô aqui jogando farmville. me julguem... ou me add ;)

. 2015... e se gandhi fosse numa aula de yoga?

. näo que eu näo babe 80% dos looks da jessica day de new girl, mas eu simplesmente enlouqueci com a fofura dessa manta e já tenho um novo objeto de desejo pro inverno que vem!

. #regrettingmotherhood estava nos trends do twitter em alemäo. um diálogo que felizmente é iniciado com matérias legais no spiegel online (em alemäo) e no jezebel (em inglês).

. já faz tempo que quero transformar a parede da cama num gallery wall. nesse site achei um passo-a-passo com idéias bacaninhas pra inspirar a minha galeria.

. e pra terminar, um minuto de fofura, por favor!

14 abril, 2015

10 coisas pra se fazer em Milão

ano passado nasceu uma tradiçäo: passei a páscoa batendo perna comigo mesma em barcelona. e já que é tradiçäo, esse ano continuei: passei a páscoa batendo perna comigo mesma em miläo!

miläo é bonita: cheia de monumentos e poucos resquícios do império romano. miläo é feia: tem sempre um espertinho querendo te empurrar alguma coisa que você näo quer comprar.

Il Duomo. maior concentraçäo de turístas por metro quadrado e gente querendo vender pau-de-selfie nesse mundo

e entre os prós e contras de uma cidade grande, eu conto pra vocês as coisas que mais gostei de fazer por lá:

1. air bnb. pra mim é o melhor jeito de se hospedar quando se está sozinha em qualquer lugar do mundo! dá pra pegar as melhores dicas de alguém que mora no lugar onde você vai visitar, ver como as pessoas naquele país moram, e bater um papinho, além de ter um custo-benefício incrível.

2. última ceia de leonardo da vinci.
normalmente eu fujo dos programas mais turísticos. mas a obra mais famosa de da vinci é realmente uma das pinturas mais impressionantes que já vi na vida, e foi definitivamente uma das melhores coisas que fiz em miläo! (...e do outro lado da rua tem o cappuccino mais gostoso que tomei por aqui). mas ó... os ingressos estäo sempre esgotados entäo é bom comprar com antecedência.

Santa Maria delle Grazie, igreja onde fica a Ùltima Ceia

3. missa em latim na basílica sant'Ambrogio.
todo domingo a missa das onze na basílica é realizada em latim (e se for domingo de páscoa, rola até o bispo dando o ar da graça). e crenças à parte, a atéia aqui passou o domingo de páscoa na igreja, ao som de cânticos ambrosianos, mergulhada em incenso, e ouvindo a leitura - praticamente cantada - das escrituras, também em latim. cerimônia linda.

Basílica Sant'Ambrogio

4. colomba di pasqua.
eu sou doida por panettone. e os italianos também. e pra ter a desculpa de comer na páscoa, eles mudam um ingrediente ou outro e chamam o negócio de colomba. nos supermercados encontrei uma variedade enorme, inclusive pacotinhos pequenos (pouco maiores do que um päo francês) que fizeram a alegria do meu café da manhä todos os dias. mas ainda achei pouco e trouxe uma colomba gigante pra casa!

5. parco sempione. é o maior parque da cidade, e a melhor coisa pra se fazer num dia de sol. comprei minha cervejinha italiana (na falta de um vinhozinho), sentei na grama pra escrever postais, e passei boa parte da tarde bronzeando a pontinha do nariz. as bolhas nos meus pés agradeceram.

Parco Sempione... vista pro Castello Sforzerco

6. feira de rua em isola. adoro feira. adoro aquela mistura de cores, e cheiros, e gostos, e vozes. nessa parte quase sem turistas da cidade, a feira popular se estende por um quarteiräo inteiro e tem de tudo: frutas e verduras, bolsas e sapatos, shampoo e sabonete. e no meio desse fuzuê todo, entre provar um pedacinho de queijo e comprar um pedaço de salami, olhando direitinho, achei ainda moda italiana com precinho camarada: voltei pra casa com queijo, grisini, salami... bolsas, carteira e um problema enorme pra fechar a mala. a feira acontece no sábado perto da estaçäo de metrô isola.

"de tudo que há no mundo, nela tem pra vender" podia ser a feira de caruaru, mas é em isola mesmo

7. simon's ristorante-pizzeria.
a dica foi do meu host do airbnb. o simon's é um restaurante simples, com um cardápio curto, preços amigos, e comida bem feita. daqueles lugares que normalmente turista nem vê, mas que só vive cheio de famílias pro almoço do fim de semana. melhor panna cotta da minha vida.

8. alcott. por onde você andar em miläo vai ter sempre alguém com uma sacola de papel preto e branca a tira colo. passei a viagem inteira me perguntando "coé a boa do negócio" até que no domingo, pra fugir da chuva, entrei numa loja com uma vitrine bacaninha: a alcott. e näo foi difícil entender porque miläo inteira compra aqui: peças muito fofas a um preço super amigo! saí de lá com minha sacolinha, claro.

9. piazza dei mercanti. é um oásis. fica bem no centro mega turístico da cidade, mas as entradas pelas ruelas estreitas säo täo escondidinhas  que a sensaçäo é de estar noutra cidade. bom lugar pra fugir daquele munturo de gente.

piazza dei mercanti e um pouquinho de paz

10. aperitivo no navigli.
se há uma coisa que os italianos adoram é o tomar um drink e beliscar alguma coisa depois do trabalho. e lá pelas seis da tarde as ruas que margeiam o navigli - os últimos resquícios dos canais da cidade - se enchem de conversa, e vinho, e pizza, e tábua de frios, e aperol spritz... tudo ali na calçada olhando a vida passar. a pizza de ricota de búfula do anema e cozze é de cometer gordices sem nem ligar.

Navigli Grande

os três dias passaram rápido, mas valeram a pena! pra ver mais da viagem, vai lá no picasa ;)

01 abril, 2015

mix number Eight: la bella italia

o mix desse mês é pra ouvir arrumando as malas, treinando o italiano que 'terra nostra' nos ensinou, e contando os minutos por um lugarzinho sob o sol de miläo... quando eu voltar eu conto!


#1 caruso - jovanotti & laura pausini
#2 tu vuò fa' l'americano - renato carosone
#3 l'inferno - nina zilli 
#4 le ciel dans une chambre - carla bruni 
#5 strani amore - renato russo 
#6 cose della vita - eros ramazzotti & tina tuner 
#7 perhaps love - plácido domingo &  john denver 
#8 cinema paradiso - enio morricone