17 setembro, 2015

ao vivo diretamente do caos

um minuto na minha vida, amiguinhos:


agora diz se tem como manter a sanidade mental.

14 setembro, 2015

link, link, link #3

moving by Ryo Takemasa

näo. eu näo morri de saudades, nem soterrada por caixas de papeläo. mas é que tá mesmo complicado achar tempo pra alguma coisa que näo seja reformar um apartamento, encaixotar outro, ter dores distribuidas pelo corpo e ir pra yoga pra curar as dores do corpo (e aquietar a cabeça). a mudança é sábado, junto com o aniversário, e se eu acreditasse nessa coisa de inferno astral eu diria que o alinhamento dos planetas näo favorece o alinhamento do caminhäo de mudança com o apagar de velinhas.

mas já que é pra ser tudo assim ao mesmo tempo, deixo aqui mais uma coisinha ou outra que eu achei por aí. tudo muito misturado e meio embaralhado porque é assim que andam as coisas por aqui:

. feitiço do tempo: uma série fotográfica linda com sete mulheres - lindas - que näo brigam com o tempo

. o desejo de ser brutal da lídia, que também podia ser meu... ou seu... ou de quem quiser sem que ninguém tenha nada a ver com isso

. e joutjout sendo joutjout e também falando dessa história

. e pra quem - porque näo - disse sim a maternidade, tem também jana rosa explicando lindamente como criar seus filhos

. pra quem ganhou o primeiro cabelo branco nove dias antes dos trinta e dois, tem uma pesquisa pra acalmar o coraçäo: parece que quem tem 30, com carinha de 20, tem mesmo grandes chances de ter um coraçäozinho mais jovem também ♥

. e por último tem um site massa pra fazer posters lindos com mapas de cidades pra pendurar nas paredes novas da sua casa nova (da sua cidade nova)

08 setembro, 2015

tia saudosa chorona de mimimi

comprei passagens pra passar o natal no brasil. já passou o mimimi de aniversário de mamis. mas hoje tem mimimi de tia sem bochecha pra apertar... e o dedinho na ferida quem bota é Rubel com Ben.


BEN

Chegaste em boa hora pra ver
O mundo que gira veloz
E a vida que corre demais

Ben,
Ouvi dizer que você quer falar
Sua mãe me contou que você tá demais
E vendo suas fotos me bate saudade

Ben,
Um dia você vai crescer
Cansar de brinquedo e jogar
Voltar com a tristeza de baixo do braço

Que os dentes caem
E as pernas crescem demais
Fantasmas voam
Depois que a luz se desfaz

Mas não tem mistério não
Não tem por que chorar

Ben,
Não deixa de ouvir os discos que eu dei
Nem perde um bom dia de onda no mar
Não deixa de me visitar, seu moleque safado

Ben,
Não liga pro que vão dizer
Nem ouve conselho demais
Nem mesmo as bobagens que eu te falo agora

Que os dentes caem
E as pernas crescem demais
Fantasmas voam
Depois que a luz se desfaz
Pessoas gritam
Pessoas falam demais

Mas não tem mistério não
Não tem por que chorar

A vida é boa
Quando se brinca demais
Quando se canta
E não se olha pra traz
Só não se esquece
Que eu sou parceiro
E sem mais.