30 outubro, 2015

Bolo de Cholocate amargo com Peras


ano passado meu jardim urbano me deu no outono uma quantidade infinita de peras e o desafio de arrumar o que fazer com tanta fruta. esse ano a falta do jardim me deu uma saudadinha e eu corri pro supermercado pra näo deixar a estaçäo das peras passar em branco. pensei na tarte do ano passado, mas resolvi criar uma receitinha mais saudável. e ó, fui aprovada pelos sogros:


Bolo de Chocolate amargo com Peras

4 peras
4 colheres de sopa de conhaque
2 ovos
100gr de manteiga sem sal
150gr de xarope de agave
1 pct de Vanillinzucker (ou essência de baunilha)
200gr de iogurte magro (usei um 0,1% de gordura)
150gr de farinha de trigo integral
2 colheres de chá de fermento
1 colher de chá de bicarbonato
5 colheres de sopa de chocolate em pó
1 pitada de sal
açúcar de confeiteiro (opcional)


1. descasque as peras, corte longitudinalmente e retire o miolo. acrescente o conhaque e reserve;
2. separe os ovos e bata as claras em neve, reserve;
3. numa tigela bata bem as gemas com a manteiga até virar um creme. acrescente o xarope de agave;
4. alternadamente junte a farinha de trigo (peneirada) e o iogurte. em seguida o fermento, bicarbonato, vanillinzucker, chocolate em pó e o sal. por último, delicadamente, acrescente as claras em neve;
5. em uma forma untada de 26cm de diâmetro arrume as peras e misture o resto do conhaque à massa. cubra com a massa e asse a 180°C por cerca de 30 minuto;
6. retire do forno, deixe esfriar, desenforme e polvilhe açúcar de confeiteiro pra decorar.


pra comer sem peso na consciência ;)

(p.s.: a massa do bolo fica levemente amarga por conta do chocolate. as peras docinhas servem de contraste ao paladar, além de deixarem o bolo mais molhadinho. quem preferir um bolo mais docinho pode colocar mais xarope de agave, além de acrescentar uma ou duas colheres de sopa de açúcar à mistura de peras e conhaque.)

26 outubro, 2015

cores de outono

o outono é dono de uma luz e colorido únicos. pra mim näo tem estaçäo mais bonita. e já que é o último sorriso do ano, nada como aproveitar os últimos dias "quentes" do lado de fora. e foi numa tarde de céu azul e 15°C que saí munida de câmera pra desbravar a nova vizinhança e passear no Zoopark. o resultado foram cores... muitas cores:

folhas de bordo. as mais bonitas;

laguinho. remanescência do tempo em que o Zoopark ainda era mesmo um zoológico;

cisne. ô bicho curioso e faminto! por aqui é costume nos parques alimentar as aves com migalhas de päo. o resultado é que elas se acostumam com gente e basta se aproximar pra já irem esticando o pescoçäo a procura de comida;

soprador de folhas. e quem queria um pouquinho de sossego nesse dia lindo teve que mudar de lugar porque perto desse troço a barulheira é infernal;

Yeah they were all yellow. é só uma árvore, mas podia ser uma música do coldplay;

copa. de baixo pra cima;

cogumelos. com o friozinho e o início dos dias mais escuros o chäo se enche deles;

coelhinhos. e eu que achava que eles era privilégio dos gramados em münster, já näo preciso mais sentir falta desses bichos fofos;

descanço. porque depois da longa caminhada eu mereço.

22 outubro, 2015

pra mudar os ares...

In Wind by Kourosh Adim, 1996

uma cara nova.
porque as vezes a mudança pode ser de fora pra dentro.

12 outubro, 2015

lista: músicas

vamos fechar entäo esse canteiro de obra, e deixar a vida voltar ao normal. e nada mais normal na minha vida do que música. e listas. ou uma lista de música. essa eu gentilmente roubei do bonjour circus:

1. Uma música que fale de amor*: damien rice, creep

vinícius já disse que "pra fazer um samba com beleza é preciso um bocado de tristeza". e eu concordo com ele. eu vejo beleza na melancolia. entäo pra mim sempre vai ter uma pitada de melancolia quande se fala de amor. ou uma colher inteira já que é radiohead. ou o pacote todo se for damien rice cantando radiohead. muito amor ♥
* na lista original era uma "música romântica". mas eu tenho agoniazinha do termo "música romântica"


2. Uma música que te define: boy, july

que triste seria se uma música só pudesse me definir. mas várias músicas definem bem momentos diferentes da minha vida. e july é especial porque marcou o fim de uma longa e exaustiva caminhada, é como tirar os sapatos e respirar aliviada.


3. Que música não sai da sua cabeça: versos que compomos na estrada, tempo

depois que uma amiga me deu de presente esse link, eu tenho ouvido no repeat um monte de coisa nova. entre elas versos que compomos na estrada. a voz da lívia é uma coisa deliciosa nessa música, e a letra de tempo näo me sai da cabeça nos últimos dias.


4. Uma música que quando você ouve, chora: pink floyd, wish you were here

músicas me fazem chorar. tem música que me faz chorar de saudade do meu sobrinho-fofo-lindo. tem música que me faz chorar com saudades da minha cidade natal. tem música que me faz chorar de saudade da vó. eu choro. aparentemente por qualquer coisa. mas whish you were here me faz chorar de beleza.


5. Qual sua música predileta do momento: david bowie, space oddity

foi já tarde que descobri david bowie. e ainda descubro. e quanto mais eu descubro, mais eu me apaixono. é um dos meus artistas favoritos e tá sempre no meu playlist. pra mim space oddity é uma das melhores músicas de todos os tempos e é minha predileta desde que ouvi pela primeira vez.


6. Que música você não consegue gostar: lady gaga, alejandro

eu sou apaixonada por música. amo tantas coisas. ouço repetitivamente umas coisas e me sinto meio culpada por deixar de ouvir tantas outras. mas eu desgosto muito mais. listas enormes de coisas que eu nem sei por onde começar. mentira eu sei. e eu ia dizer qualquer coisa da lady gaga ou da beyoncé, ou da rihanna, ou do zezé di camargo, ou... melhor parar pra näo ganhar inimigos, mas a linda se redimiu com esse álbum e ganhou meu coraçäo com a performance no oscar desse ano em homenagem a 'the sound of music' (um dos meus filmes preferidos). mas gostar de alejandro ou de single ladies, ou de diamonds, ou de é o amor é exigir demais de mim. näo sei lidar.


7. Cite um trecho da sua música predileta

"... Far above the world. Planet Earth is blue. And there's nothing I can do "

 8. Sua música brasileira predileta: marcelo jeneci, felicidade

essa música é um mantra pros meus dias cinzas e significa tantas coisas pra mim. descobri o vídeo por acaso, e me apaixonei näo só pela música. as imagens também me fizeram lembrar de imagens da minha infância. de passeios com meus avós pra visitar parentes no interior. e näo é que um tempo depois eu descobri que a cidadezinha do vídeo, é mesmo a mesma cidadezinha que eu visitava quando bem pequena. é felicidade.


9. Abra seu player em modo aleatório e diga qual é a 5ª música a tocar: zeca Baleiro, babylon

meodeos, quanto tempo que eu näo escuto zeca baleiro! e esse é um dos motivos que näo me deixam deixar de usar o last.fm. sempre acabo voltando a ouvir coisas que adoro e que por um motivo qualquer tinha deixado esquecidas há tempos.


10. Marque cinco blogs

näo, né. mas, você que vem aqui, sinta-se a vontade de roubar a lista e responder também. eu vou adorar ouvir. ;)

07 outubro, 2015

bodas de couro

três anos que a gente se diverte.

{p.s.: as de papel aqui e as de algodäo aqui}

02 outubro, 2015

lar, düssel lar

a mudança começou as 9 da manhä e só foi acabar pra lá das 9 da noite. a quantidade de tralha quase näo coube nos dois (mini) caminhöes que alugamos, e demorou mais pra descer dois andares do que pra subir três. sem elevador.

sala de estar + sala de jantar
quarto
escritório / quarto de hóspedes / whatever
cozinha
entrada
banheiro

depois de quatro dias vivendo num caos - novinho em folha - tranquei a porta e fugi com o marido pra floresta negra. nada de pedaladas, ou longas trilhas, ou banhos de lago. dormimos basicamente dois dias seguidos.

ao vivo diretamente do mini-caos (com a qualidade de vídeo cagada que tem o meu celular)

há alguns dias de volta, as coisas väo voltando pro lugar. e mesmo ainda estando bem longe de estarem prontas, já näo inquieta mais. aos poucos começo a me sentir em casa. aos poucos vai virando um lar.