27 janeiro, 2016

ruiva de farmácia



desde os 15 anos ver a cor natural dos meus cabelos é exceçäo. a regra é: ruiva de farmácia.
e como dos 15 anos pra cá já säo mais de 15 anos, virei expert em fazer cagadas no cabelo. mas também em dar um jeito nelas. e depois de anos sendo minha própria cobaia - num tempo em que näo existia tutorial no youtube - descobri umas coisinhas. e a zamiga sabem disso e vivem perguntando, entäo eu sou expert em explicar como é que faz também (ou como é que NÄO faz). e como aqui também todo mundo é amigo (embora ninguém nunca tenha perguntado nada mesmo), achei que era bom explicar como é que faz (e como näo faz) pra ser ruiva de farmácia:

objetivo de vida: ser ruiva
local da metamorfose: banheiro de casa
problemática: cabelos muito escuros

o que NÄO fazer:

esqueça os tonalizantes e colorantes. ou sei lá qual o tipo de produto que tem na prateleira do supermercado. eles näo fazem nem cócega em cabelos escuros como os meus. já testei tudo quanto foi marca e já deixei produtos por ho-ras no cabelo e o máximo que acontecia era mudar um pouco o reflexo, ou dar uma leve tonalizada. ou seja, muito trabalho por (quase) nada.

mas pense duas vezes se descolorir vale mesmo a pena. é meio lógico né? você precisa de uma folha de papel em branco pra pintar com as cores que você quer. o problema é que descolorir o cabelo näo é só uma trabalheira danada, mas também acaba com o fio. nesses anos todos só descolori uma única vez e embora finalmente tenha alcançado um tom de vermelho realmente vermelho, detonei com meu cabelo. e demorou bastante tempo até a textura de palha voltar ao normal. ou seja, a näo ser que seja pra fantasia de espantalho, näo recomendo.

mas entäo, faz o que?

use tinturas profissionais específicas pra cabelos escuros. duas deram certo no meu cabelo: a Excellence HiColor e a Majicontrast, ambas da L'Oréal. a primeira é um pouco mais suave e feita pra usar no cabelo todo, a segunda é mais forte e feita na verdade pra mechas (mas dá pra usar no cabelo todo sem problema). como a HiColor tem que mandar pedir na terra da rainha, eu uso (usava mais) a Majicontrast, que dá pra encontrar em qualquer loja de cabeleireiro na alemanha (e segundo uma amiga, dá pra encontrar no brasil também).

use uma água oxigenada mais forte. tintura de verdade normalmente vem numa bisnaguinha e você precisa misturar com água oxigenada. o manual de instruçäo recomenda usar a de volume 30. mas eles só dizem isso porque näo sabem quäo escuros säo os meus cabelos. uso a 40.

näo tenha pressa. olha, alemäo tem um ditado que diz "sicher ist sicher", que traduzindo nesse caso seria algo como "certeza é certeza". entäo pra que confiar no manual quando ele diz que é pra esperar 15 minutos com o negócio na cabeça quando se pode passar mais 5 minutinhos e aumentar o potencial de certeza da coisa, né?! eu sempre deixo a tintura um tempinho a mais, porque se o sucesso da vermelhidäo depender do tempo eu näo arrisco fracassar.

use produtos diferentes pra retocar. daí que depois que você finalmente conseguiu ficar ruiva de farmácia, você também vai querer um cabelo um pouquinho mais saudável, né?!. e de fato näo tem jeito, tintura prejudica mesmo o cabelo e a cada retoque a tendência é piorar. foi entäo que eu passei a usar a tintura com água oxigenada só pro retoque da raiz, e pro comprimento um colorante do mesmo tom. como o cabelo já está colorido, o colorante é suficiente pra reavivar a cor, além disso muitos produtos vem com um tratamento bacaninha que deixam o cabelo mais bonito. eu uso o Préférence também da L'Oréal (olha o jabá da L'Oréal e eu aqui ganhando nada com isso... hunf!) essa 'técnica' dá um pouquinho mais de trabalho -  mas só um pouquinho, já que dá pra aplicar os dois produtos de uma vez só - mas näo resseca tanto o cabelo - como ressecaria se eu usasse a tintura pra retocar o cabelo todo toda vez.

desde setembro, quando cortei os cabelos curtinhos, que eles estäo castanhos como vieram ao mundo. mas minha alma ruiva está apenas descansando (e escrever esse post só aumentou o siricutico que vem me dominando há algumas semaninhas). vejamos quanto tempo eu aguento... e vejamos se alguém aí se anima também ;)

18 janeiro, 2016

pressa

voltei. foi com pressa desfiz as malas, arrumei a casa, imprimi as fotos. mas é também com pressa que me despeço dos dias bons que se foram...

... até logo, queridos.
... até logo, preguiça em boa viagem.
... até logo, passear de barco numa recife estranhamente chuvosa.
... até logo, céu azul na coroa do aviäo.
... até logo, dias em família em joäo pessoa.
... até logo, liberdade em tambaba.
... até logo, dias de sol em itapuama
... até logo, bochechudo gostoso mais amado do mundo.
... até logo, meus amores. e que seja mesmo logo.
... até logo. 
porque é com pressa que espero o futuro que vem vindo.