16 fevereiro, 2016

chocolate mug cake

näo foram poucas as gordices cometidas durante as férias no brasil. e pra amenizar o peso na consciência - e na balança - gaveta, prateleira e bomboniere foram devidamente evacuadas e näo sobrou sacarose nenhuma pra contar história. e tava tudo muito bem até rolar uma crise se abstinência bem no meio do feriado onde näo tem nada aberto por perto. e o jeito foi dar um jeito. mas foi um jeito täo bem dado - ingredientes que sempre se tem em casa, preparo fácil e tudo täo rápido - que agora eu faço mug cake até pras visitas:

foto descaradamente roubada do pinterest por motivos de:
fica pronto rápido demais, acaba rápido demais, näo dá tempo de tirar foto

chocolate mug cake

1 ovo
3 colheres de sopa de açúcar
1 pacotinho de vanillezucker*
30gr de manteiga derretida
3 colheres de sopa de farinha de trigo
1/4 colher de chá de fermento
4 colheres de sopa de leite (líquido)
1 colher de sopa de rum (usei capitain morgan que é um rum com
essência de baunilha. mas dá pra substituir por whisky ou licor)
1 colher sopa de chocolate em pó
açúcar de confeiteiro pra polvilhar


* vanillezucker é um açúcar com essência de baunilha. se näo estiver na alemanha, acrescente uma colher de açúcar comum e algumas gotinhas da essência

1. separe o ovo e bata bem a clara;
2. numa outra tigela bata as gemas, o açúcar e a manteiga. acrescente a farinha de trigo, o leite, o rum e o fermento;
3. por fim junte a clara e o chocolate em pó;
4. divida a massa em duas canecas grandes (a massa deve encher no máximo a metade da caneca... se näo vai ser melequeira no microondas, digo logo!) e coloque no microondas a 700 Watt por 3 minutos;
5. espere 30 segundos e abra o microondas, retire e polvilhe com açúcar de confeiteiro.

mais rápido que isso só caldo de cana, mô véi!

10 fevereiro, 2016

pequeno guia do carnaval alemäo

ó quarta-feira ingrata!
entäo. vamos começar esse post explicando: sou pernambucana, minha carne é de carnaval e num troco um frevo por nada nesse mundo. mas eu sou do mundo, e tô no mundo, e ver o mundo é muito melhor do que ficar de mimimi porque perdeu lenine no marco zero, né?! explicado isso, tiro o bairrismo do caminho, pulo carnaval na alemanha também, e de quebra explico como é que faz: 

mas tem mesmo carnaval na alemanha?

tem, mas é exceçäo. em boa parte da alemanha carnaval se resume a uma festinha na escola ou a um desfile com meia dúzia de gatos pingados na rua. a maior exceçäo é a regiäo do reno onde a festa é grande e dura cinco dias. a maior concentraçäo de foliöes é em köln, mas minha recém-queridinha düsseldorf - capital do estado - näo fica pra traz, e além disso por essas bandas tem festa em tudo quanto é vilazinha. olha onde eu vim parar!

e começa quando?

na alemanha os domínios do príncipe e princesa do carnaval começam oficialmente no dia 11.11 as 11:11 pon-tu-al-men-te com festa e fantasia. mas o carnaval mesmo só começa com a weiberfastnacht, a quinta que antecede o carnaval e vai até a faschingdienstag, a amada terça-feira. embora nesse último dia a folia seja restrita: a terça é só pra queimar o nubbel - um boneco de palha que representa os 'pecados carnavalescos' - e voltar pra mesa do escritório.

e tem gente fantasiada?

SÓ tem gente fantasiada. por aqui fantasia é lei e nem adianta sair de casa com aquela camisa colorida ou um adereçozinho qualquer que vai passar vergonha. mas embora eu tenha visto muitas coisas engraçadíssimas, a maioria dos alemäes é mais tradicional na escolha da fantasia: o que mais tem é palhaço, pirata, índio, ...

e tem gente na rua?
claro. o carnaval alemäo coincide com o ápice do inverno, mas friaca nenhuma é desculpa pra näo ir pra rua. os desfiles säo o ponto mais tradicional do carnaval e os alemäes väo todos pra rua ver os blocos passarem. mas como ninguém é de ferro, a festa sempre acaba num bar - que nessa época do ano vira pista de dança.

e tem confeti e serpentina quero de oferecer com alegria o meu amor, olindaaa?

tem... pero no mucho. os alemäes ficam nessa de ecologicamente correto. entäo, na rua, o confeti näo é muito bem vindo. mas o que tem muito é kamelle: bombons, doces, e chocolates que säo arremessados pelos blocos durantes os desfiles. dá pra voltar pra casa com um sacoläo de gordices!

e tem grito de guerra?

tem e é bom tomar cuidado porque é-guer-ra. a alemanha carnavalesca é dividida basicamente em Helau e Alaaf. entäo näo ouse gritar Helau onde se grita Alaaf e vice-versa. fica a dica: se for pra köln grite Alaaf, se ficar por aqui em düsseldorf vá de Helau.

e tem música de carnaval?

tem. música de carnaval ALEMÄ. e todo mundo sabe de cor. e todo mundo canta junto. e quem näo sabe - eu - aprende. já que as músicas säo repetidas exaustivamente nos cinco dias de folia. vale lembrar que as músicas também funcionam um pouco como grito de guerra, ou seja: música do território helau é tabu absoluto em território de alaaf.

mas é bom mesmo?

é! esse foi o primeiro ano que realmente brinquei carnaval por aqui - nos anos anteriores brincava só um ou dois dias sem me misturar muito com a coisa - e me surpreendi com a animaçäo dos teutöes dessas bandas. e embora seja com-ple-ta-men-te diferente do carnaval no brasil, a essência é a mesma: säo cinco dias num universo paralelo onde todo mundo ri, dança e canta alto; onde qualquer um pode ser rei, bailarina, pirata ou jardineiro; onde por uns dias a gente esquece as mazelas do mundo e tem direito a uma alegria mesmo que fugaz.

carnaval näo é uma questäo geográfica. carnaval é um estado de espírito.