11 abril, 2016

páscoa em estocolmo


estocolmo. vista do mirante de monteliusvägen em marieberget.

quando comprei meu bilhete aéreo pra passar três dias da páscoa em estocolmo (tradiçäo de páscoa, vocês lembram? aqui e aqui), minha vida era outra. junto com o bilhete, comprei - como faço sempre - um guia da cidade... mas só fui abrir o livro meses depois, já no aeroporto.

nunca viajei assim sem planos (nunca faço nada nessa vida sem plano). mas com a correria de começar um trabalho novo, (näo) me adaptar, decidir mudar de vida e pedir demissäo näo tinha como ter sido diferente. e que bom que näo foi!

estocolmo é linda. formada por 40 ilhas a cidade é uma mistura de ruelas estreitas e da imensidäo dos cais. sem planos, fui me perdendo pela cidade, e era no meio do caminho que decidia que rumo levar. e assim fui me achando e me encantando com cada canto. deixo aqui as coisas mais legais que descobri por lá:

air bnb. sempre me hospedo com o air bnb quando viajo sozinha. e dessa vez dei mais do que sorte: fiquei na ruazinha mais fofa do mundo, com uma anfitriä super atenciosa, que me deu dicas preciosas e bate papos regados a cafézinho.

ugglegränd. rua em marieberget, bairro onde me hospedei.

marieberget.
longe dos passos apressados dos turistas, marieberget é um bairro com casaröes antigos e muitas ladeiras. um passeio pelo monteliusvägen é caminho pro centro antigo e rende uma vista linda da cidade.

mäster mikaels gata. sabe aquele clichê que se tem na cabeça de uma suécia com casinhas vermelhas de madeiras? pois é. é verdade. nessa ruazinha de ar bucólico elas foram conservadas, e uma caminhada é como uma viagem no tempo.

mäster mikaels gata

katarinahissen.
nessa época do ano o elevador katarina fica desativado, mas o caminho até lá e a vista da cidade inteira, pra mim, valeram um passeio. perfeito num dia de sol.

estocolmo vista do katarinahissen

gamla stan.
o centro antigo da cidade é cheio de ruelas medievais e casaröes antigos. melhor lugar pra se andar sem rumo, tomar um café e se perder pela cidade. mas ó, recomendo chegar cedo, antes das 10h, que é quando as lojas abrem e os turistas invadem a ilha.

gamla stan

saluhall.
comer é pra mim parte importante de qualquer viagem. e como parte da rota gastronômica, adoro visitar mercados públicos. no saluhall dá pra achar cheiros e gostos de tudo quanto é canto, além de especiarias que só se vê por aqui.

saluhall e as 10.000 formas de se comer um alce

fika.
e se é pra se lambuzar mesmo na culinária local a ordem é: fika. o lanche da tarde me pareceu a refeiçäo mais celebrada pelos suecos. nos cafés e confeitarias da cidade a variedade de bolos e doces é enorme. o kanelbulle (um enroladinho com recheio de canela) virou a base da minha alimentaçäo no feriado... sempre com um cafezinho pra acompanhar.

nystekt stömming. estocolmo näo é uma cidade barata. comer bem e pagar em coroas, tendo um orçamento limitado, näo é tarefa fácil. e por isso agradeci muito a thor quando achei esse food truck. a dica foi da minha anfitriä, e pra quem gosta de um peixinho - base da alimentaçäo dos vikings marujeiros - é parada obrigatória. o lugar tá sempre cheio (de turistas ou de locais), o que só comprova o custo-benefício da coisa.

nystekt stömming. os pratos sempre vem acompanhados de purê de batatas, salada, e o knäckebröd, o päo-bolacha sueco.

passeio de barco.
näo vá pra estocolmo sem fazer um passeio de barco. näo vá! os ferry boats que fazem parte do transporte público e ligam as ilhas da cidade, já däo uma idéia da coisa. mas uma volta pelos arquipélagos mais afastados é imperdível. como viajei na baixa estaçäo, näo havia muitas opçöes de passeio. comprei entäo o mais simples: 1h pelo stadsgårdskajen, as ilhas na redondeza. no veräo há passeios que duram 3h ou até o dia todo.

stadsgårdskajen
skansen. skansen! skansen! skansen! skansen é um museu ao ar livre na ilha de djurgården, a ilha mais verde de estolcomo. um dos locais preferidos das famílias locais, o museu repoduz com detalhes uma suécia do passado, de vila medievais a aldeias agrárias, com bastante informaçöes sobre a história das diversas etnias que habitaram o país. os funcionários se vestem a caráter e guiam os visitantes por velhas oficinas, livrarias, carpintarias, etc. o museu tem ainda um pequeno zoológico com animais escandinavos, onde, entre outras coisas, se pode ver de perto alces e renas. pra mim o ponto alto da viagem.

e essa vontade de nascer viking de onde vem?
estocolmo foi exatamente o que eu precisava: dias ensolarados pra aquecer o coraçäo, ventos frios pra arejar a cabeça, e muito cais pra aportar a vida no seu lugar.

p.s.: pra ver mais do que eu vi, vai lá no picasa ;)

10 comentários:

  1. Calma que ainda to babando nessa primeira foto <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. num tem como sair uma foto que näo preste numa cidade linda assim

      Excluir
  2. nossa...que lugares incrivelmente lindos! dá uma PAZ olhar cidades que não tem fios horriveis! fiação subterranea agrada muito os olhos, olha só essa limpeza visual de olhar as fachadas! e sobre a quinta foto, estou vendo o beco diagonal de harry potter :P

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ain como eu o-dei-o fios! e viver por aqui até me faz esquecer deles :}

      Excluir
  3. Nossa, você viu muita coisa para o tempo que passou em Estocolmo! Como dizem os suecos, "bra jobbat"! (em Inglês seria "well done", mas não sei se temos uma expressão equivalente em Português?). Ainda bem que gostou da cidade e espero que possa voltar para vermos o que falta ;) Beijo

    ResponderExcluir
  4. Ai quanta lindeza. Também sou fascinafa pela escandinávia. Só visitei Oslo por enquanto, mas um dia consigo ($$$) explorar mais a região... hehhe
    Beijokas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ($$$) é o único empecilho nessa parte do mundo. mas também quero voltar a suécia pra olhar mais da vida fora da cidade.

      Excluir
  5. Ai... Suécia, por que assim tão incrível, né? *_*
    E só fiquei aqui com mais vontade ainda de ir visitar Estocolmo, e certeza que vou dar um pulinho nesse museu ai. Fui em um no mesmo estilo lá em Lund e gostei muito.
    Beijo :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pensei mesmo em você quando visitei esse museu. certeza que você vai adorar!

      Excluir