17 junho, 2016

my week(end) 19: biketour no baixo reno

eu sempre gostei de pedalar. em recife, na ausência de um lugar seguro pra andar de bicicleta - dez anos atrás mobilidade urbana via ciclovias nem era tema - eu ficava indo e vindo na mesma rua ou dando voltas no jardim quando criança, e pedalando em círculos no condomínio na adolescência. quando me mudei pra alemanha, fiquei fascinada com a liberdade de sair por aí com minha magrela nas horas de lazer. e näo demorou muito pra bicicleta virar meu principal meio de transporte. sou ciclista convicta: vou pro trabalho, pro supermercado, pro barzinho... tudo pedalando.

e nos últimos anos tenho descoberto o prazer das longas trilhas com a bike. adoro a idéia de colocar o mínimo no bagageiro e partir por aí, explorando o mundo com a força das minhas próprias pedaladas. dessa vez foram 120km de Düsseldorf até Wissel, cidadezinha no baixo Reno às margens de um lago. nos dois dias de sol passamos por fazendas, campos, matas e rios. em cada parada uma cervejinha gelada pra refrescar o juízo e no fim de cada dia grama verde de acampamento pra descansar a bunda!

com saco de dormir, barraca e fogareiro, o mínimo no bagageiro acaba sendo o bastante.
no estado onde moro, a rede intermunicipal de ciclovias é bem densa e sinalizada.
na foto, placas de (des)informaçäo das trilhas.
... e näo é a toa que a gente se perde
vocês sabiam que cavalos comem melancia?
 
... e que vaquinhas adoram posar pra foto?
no fim do caminho o lago em Wissel

depois foi só pegar um trem e voltar pra casa.
foi a primeira longa pedalada desse veräo. espero que näo seja a última!

12 comentários:

  1. Respostas
    1. muito bom sair por aí mesmo, bárbara

      Excluir
  2. Que maravilha, paisagens lindas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. o interiorzäo da alemanha é muito fofo mesmo

      Excluir
  3. Que animal!! Quero fazer isso também! Ir vendo as paisagens mudando. Eu nasci e morei até quase os 18 anos no interior. Lá meu transporte era a bike mesmo, para ir ao ballet, inglês, clube, mercado, etc. Quando mudei pra SP só não desaprendi a andar de bike porque é algo que não se esquece, né... Há alguns anos retomei, e desde que mudei pra uma área mais bem servida de ciclovia - e plana - voltei a andar mais. É das coisas que mais gosto de fazer! E é muito legal pedalar vendo a paisagem mudar. Que delicia poder fazer isso entre as cidades.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. säo paulo é mesmo um (ou vários) passo a frente no quesito espaço urbano. recife que tá engatinhando começou com as ciclovias agora... inclusive as intermunicipais.
      eu acho que näo tem nada melhor do que se locomover (literalmente) com as próprias pernas!

      Excluir
  4. Já nem me lembro de andar de bicicleta!

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. isa, dizem que andar de bicicleta a gente nunca esquece... ;)

      Excluir
  5. Cavalo come melancia? essa é nova pra mim! hahaha
    E ai, que delicia de passeio, Ana.. fiquei super com vontade de fazer algo assim no verão também. Eu não sou ciclista, mas adoraria ser, porque é um meio de locomoção tão legal e faz tão bem pra gente e pro mundo, né? Pedalar assim na natureza e lugares mais tranquilos eu amooooo, mas no transito eu confesso que eu morro de medo, sou muito desastrada haha
    beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu também tenho um pouco de medo do trânsito agora que mudei pra uma cidade maior. mas näo deixo de andar... só mudei a velocidade. mas é a sensaçäo de andar na cidade é bem diferente de passear na natureza. super recomendo!

      Excluir