21 janeiro, 2017

5 supérfluos que näo vivo sem

eu ando numa fase bem less is more da minha vida. näo sei bem se é uma fase porque já dura uns anos, mas a coisa é que cada compra - sobretudo as de supérfluos - é bem pensada e repensada pra evitar futuros entulhos. e näo é só do guarda-roupas que eu tô falando.

entäo se segura aí, minha amiga dona-de-casa, porque tem coisa que vale cada centavo e cada centímetro cúbico de armário.


1. colchonete pra yoga

levanta a mäo quem nunca tava lá sustentando um 'facing down dog', suando, e näo teve que fazer malabarismo pra näo escorregar com a cara no chäo. eu näo levanto. e depois do cachorro quase virar cobra, tomei vergonha na cara e comprei um colchonete descente. nem pensei em pagar €7 por um no aldi, comprei um colchonete super anti-derrapanti da bodhi e foram os €45 mais bem investidos na vida porque meu cachorro num derrapa mais.

2. edredom de casal

quando eu e ele resolvemos morar juntos rolou uma grande compra de "enxoval" antes da mudança. entre outras coisas, roupa de cama. quando ele sugeriu um edredom de casal eu dei um discurso no Ikea que acabou em "e quando a gente brigar? vou dormir debaixo do mesmo lençól que você? jamais!". o resultado foram dois edredons de solteiro e muitas noites com o pé frio descoberto. mas resolvi parar de sofrer e pagar minha língua. hoje sou portadora de um edredom de 2.40 x 2.20m, durmo de conchinha e de quebra ainda esquento meus pés nos pés dele.

3. etiquetas para cozinha

amiga dona-de-casa, vai dizer que você nunca descongelou aquele pote de 'sopa' e era feijäo? ou o 'extrato de tomate' que na verdade era geléia? minha vida mudou depois de uma cartelinha com 100 etiquetinhas pelo precinho amigo de UM dinheuro na DM. (porque diabos eu näo tinha pensado nisso antes?)

4. sodastream

olha, só tem uma coisa que alemäo bebe mais do que cerveja: água com gás. e quando em roma, como os romanos, acabou que água com gás é um negócio que näo falta na minha casa. näo garrafas de água com gás... mas engradados de garrafas de água com gás. e seria de boas se eu näo morasse no terceiro andar SEM elevador. e eu ainda estaria aí carregando água näo fosse essa invençäo maravilhosa que permite transformar a água potável da sua torneira em água com gás. minhas costas agradecem.

5. cobertor elétrico

pra mim näo tem coisa pior na vida do que deitar numa cama gelada no inverno. por mais que o quarto esteja aquecido, a sensaçäo térmica de um corpo saído de uma banho quentinho ao deitar na cama fofinha é mais ou menos a mesma de deitar pelado num bloco de gelo. e é por isso que esse é o melhor presente de natal que já ganhei na vida. EVER. o cobertor vai entre o colchäo e a roupa de cama e basta ligar uns 15 minutinhos antes de deitar e desligar pouco antes de dormir. uso um da marca Beurer, modelo compacto.

mas sou só eu que tenho uma lista de supérfuos do bem? quais säo as 'futilidades' que vocês näo abrem mäo?

18 comentários:

  1. 1) Hahahahaha dar de cara fazendo o cachorro não é uma coisa que alguém precisa... e o barato saiu caro pois comprei um do aldi e duas semanas depois comprei um de marca (mas com 50% de desconto) da professora, que me ofereceu ao me ver sofrendo com meu colchãozinho ruim

    2) Vc faz parte daqueles 5% que conseguem dormir de conchinha e compartilhar edredon??? eu achava q era mito que tem gente q consegue e gosta :P

    3) Boa boa boaaa idéia! Anotei

    4) Sonho do Namo, que tb é romano em roma, mas eu ainda bloqueio... (provavelmente por ser ele a sempre carregar as garrafas)... dá na mesma que comprar a de garrafa? (mesmo sabor? não que água tenha sabor mas enfim)

    5) #inveja

    São futilidades muito do bem :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. moça, num fica com inveja näo que tem uns desses com uns precinhos bem amigos, viu?! o meu num custou mais que 40 dinhEuros, ó. e vale cada centavo.

      Excluir
  2. Cara, quero muito esse trem de fazer água com gás. Adoro água com gás, mas na Suíça me recuso a comprar água hahaha.. Moral da história: não bebo água com gás há tempos. Eu devo dizer que o melhor supérfluo que tenho é Roberto, meu robô que varre e passa pano no chão hahaha. Ganhei de presente de casamento, e sou apaixonada por ele. Normalmente boto ele pra trabalhar, pego um copo de vinho e fico olhando essa lindeza de mundo moderno em que eu não me desanco pela casa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu já me apx pelo seu roberto. já entrou na lista dos meus sonhos de aquisiçäo ♥♥♥

      Excluir
  3. Nunca me passaria pela cabeça não ter cama de casal e não ter edredom de casal... Cresci assim, meus pais continuam tendo uma cama de casal com edredom de casal...
    Odeio água com gás...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. de onde eu venho o calor é täo grande que num dá pra usar edredom... nunca! a gente usa um lençol fininho. meus pais usam um de casal... mas cada um tem o seu (rs). talvez por isso eu nunca pensei em ter um só pra mim e pro alemäo.

      Excluir
  4. Eu ganhei um cobertor elétrico quando o R. viajaria pro Canadá em pleno janeiro e ficou dó deu ficar dormindo sozinha por mais de uma semana passando frio. Cara, melhor presente. A gente liga uns minutos antes de ir dormir e nossa, coisa mais gostosa deixar numa cama quentinha! Quero isso pro resto da minha vida!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. né?! é um dos melhores investimentos da vida!

      Excluir
  5. hahahah Não ter ederdon de casal?! Eras maluca!
    Na casa da minha mãe vai tudo com etiqueta com data e tudo para o congelador... o meu é tão pequeno que nem me dou ao trabalho...
    Ana, está na hora de aceitar o convite para o blog que criei para o desafio fit. É pra começar dia 1, tá?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu passei ANOS procurando coisas feito uma louca no congelador. e do jeito que eu sou organizada com todas as minhas coisas, nem sei porque demorei tanto pra descobrir a etiquetas.

      Excluir
  6. etiquetas para cozinha essa foi boa rsrsrs! mais amei a ideia!!!

    um bj =^^=
    otimo seu blog!!!

    ResponderExcluir
  7. As coisas supérfluas que tenho são super bobinhas: porta-absorvente, porta-cartões e uns 30 cabides. Mas fiquei chocada com a funcionalidade das fitas e do cobertor elétrico. Que maravilha! Claro, morando em São Paulo não teria muita utilidade, mas é uma coisa genial pra regiões frias. Bendito seja quem teve a ideia.

    Beijos do Conto Paulistano

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ahhhh mas coisas fofinhas-bobinhas säo necessárias ;)

      Excluir
  8. Esse cobertor elétrico amei a ideia para dias de frio, apesar que faz tempo que ele não visita São Paulo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. mas ó... quando o frio bater ele vai valer o investimento, viu?!

      Excluir
  9. Vim parar a este post sabe lá Deus porquê e já me fartei de rir com a história dos 2 edredons....

    É que isso nunca foi uma questão para mim/ nós.... e nas 2 noites que passamos na Alemanha na semana passada deparamo-nos com uma cama de hotel com 2 edredons de solteiro. Passamos as noites a destaparmo-nos e desconfortáveis porque se nos tentássemos juntar (e dormir de conchinha) lá ficava uma parte qualquer do corpo a apanhar ar.
    Viva o edredon de casal!!! :D

    ResponderExcluir