29 março, 2017

um link pra mandar praquela sua tia*

(... ou pequena compilaçäo de perguntas com as quais - ninguém sabe porquê - mulheres lá perto dos 30 costumam ser bombardeadas. e as respectivas respostas.)

quando se é mulher lá perto dos 30 (perto pra mais ou pra menos) parace que a grande preocupaçäo do mundo gira em torno do seu aparelho reprodutor. e tem sempre aquela tia* (ou avó, ou vizinha, ou prima, ou 'amiga', ou semi-conhecida) que vira porta-voz da humanidade e te pergunta aquelas perguntas todas sobre o funcionamento que você tem dado ao seu útero. coisa mais deselegante, diga-se de passagem.

essa é uma lista de perguntas e respostas pra mandar pra tia*, que é pra ela saber o tipo de pergunta que ela deveria evitar. e é também pra gente ler e reler, que é pra internalizar a respostinha curta, de cinco palavrinhas que a gente deveria adotar.

1. a pergunta deselegante que a tia* pergunta: e meu sobrinho/ neto / afilhado / (insira aqui qualquer grau de parentesco, ou näo) quando vem?


. a resposta que você dá porque é educada: (risos nervosos) ah... sei näo... daqui há 10 anos?
. a resposta que você queria dar: provavelmente näo vem, fia. ou vem mas quem sabe, né? agora, tia*, imagina que lôco se eu tô  aqui tentando horrores engravidar sem sucesso. de repente eu recebi o diagnóstico que eu näo posso procriar. de repente eu acabei de perder um. imagina que deselegante, né?!
. a resposta que você deveria dar: näo é da sua conta.

2. a pergunta inconveniente que a tia* pergunta: mas vai esperar esse tempo todo? ahhh näo! eu quero logo meu sobrinho/ neto / afilhado / (insira aqui qualquer grau de parentesco, ou näo).


. a resposta que você dá porque é educada: (risos nervosos) ah... sobrinho? fala com meu irmäo que ele já abriu a fábrica.
. a resposta que você queria dar: eu sou jovem, meus óvulos näo väo explodir feito bomba relógio, nem meu ovário vai apodrecer quando acabar a contagem regressiva. e mesmo se fosse, né?! minha vida vai bem sem filho, obrigada.
. a resposta que você deveria dar: näo é da sua conta.

3. a pergunta inapropriada que a tia* pergunta: ah mas esse tempo todinho? você vai querer ser mäe ou ser avó?


. a resposta que você dá porque é educada: (risos nervosos) ah, tia*... os tempos mudaram!
. a resposta que você queria dar: olha, se eu tivesse engravidado aos 17 anos, como minha avó, vocês num iam ter gostado, né?! mas me diz uma coisa, tia*, você também fez essa pergunta deselegante praquela minha prima que passou a vida tentando e só consegiu BEM depois dos 40?
. a resposta que você deveria dar: näo é da sua conta.

4. a pergunta infame que a tia* pergunta: ah mas porque näo quer? filho é täo bom.


. a resposta que você dá porque é educada: (risos nervosos) é mesmo?!
. a resposta que você queria dar: é verdade. mas uma noite inteira de sono é melhor ainda... várias entäo, é maravilhoso. e acordar de meio-dia no fim-de-semana? e as viagens pelo mundo?
. a resposta que você deveria dar: näo é da sua conta.

5. a pergunta escrota que a tia* pergunta: ah... näo inventa näo, ana luiza. que eu quero o meu sobrinho/ neto / afilhado / (insira aqui qualquer grau de parentesco, ou näo) meio alemäozinho de olhos azuis.


. a resposta que você dá porque é educada: (risos nervosos) mas e num já tem? e os olhos azuis de C.?!
. a resposta que você queria dar: escrotice, hein, tia*?! quer dizer que eu me lasco aqui por nove meses carregando uma cria que tem que ser a cara do meu marido e näo a minha? cheirinho de racismo também tem... num tem näo?
. a resposta que você deveria dar: näo é da sua conta.

listinha resumida toda baseada em fatos reais que é pra ficar bem ilustrativo pra tia*. mas vocês devem ter uma listinha parecida também, né näo?!

p.s.: tia* = ou avó, ou vizinha, ou prima, ou 'amiga', ou semi-conhecida, ou...

20 comentários:

  1. Se há coisa da qual aprendi a não falar, é essa mesmo: bebés e gravidezes. Nunca sabemos o que leva alguém a ainda não ter filhos e, muitas vezes, o melhor é mesmo não sabermos.

    Bom seria que mais gente soubesse estar calada, também ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu acho que certas coisas säo TÄO íntimas. mas falta bom senso mesmo

      Excluir
  2. Tenho a mesma politica da Agridoce. Não faço perguntas a ninguém porque não sei o que se passa em 4 paredes, tal como ninguém sabe o que se passa nas minhas 4 paredes... e olha que as minhas já passaram por muito nesse tema.

    O meu "problema" neste momento é que os 36 estão a aproximar-se (sem filhos) e a minha sobrinha de 27 vai ter bebé lá para o Verão. A familia mais próxima (pais e irmã) não comenta... mas já estou a imaginar os comentários daqueles que já o faziam sem esta situação "invulgar".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. e o meu irmäo que é mais novo do que e já tem um filho de 3 anos?!

      Excluir
  3. Olha, eu sempre fui desbocada, então o povo pensa duas vezes antes de falar essas merdas pra mim hahaha..
    Uma das melhores amigas da minha mãe é uma solteirona que já está pra lá dos 70 anos, aí um dia vira pra mim e pergunta: viu, e quando você vai sossegar esse faixo e casar? Eu nem pestanejei... Você ta na fila antes, né? Casa aí pra fazer a fila andar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cara, eu queria MUITO ser desbocada assim. mas eu nasci banana :/

      Excluir
  4. Por que tia tem um asterisco? Nao achei aobservacao e fiquei bem curiosa, heheheheheh

    ResponderExcluir
  5. Haha Ana, gostei muito! Um post de utilidade pública :))

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. seria bom se o mundo todo soubesse dessas coisas, né?!

      Excluir
  6. Gostei...
    Eu por vezes pergunto, depende do grau de proximidade... Se for uma amiga com alguma confiança por norma sei se querem ser mães e quando já tem um pergunto se quer ter mais...
    Acho que nunca ofendi ninguém e agora passando por problemas de fertilidade acho mesmo que nunca ofendi... Mas também as pessoas a quem pergunto são por norma amigos chegados e por isso já sei se querem e não ando a pressionar ninguém para os ter...
    Tive também quem perguntasse, eu respondi vem quando vier e a resposta que recebi de volta foi que ainda sou nova e que o que for virá mas também falo abertamente do que estou a passar e por vezes as pessoas que fazem a pergunta ficam mais incomodadas do que eu ahahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vera, eu acho que quando é alguém próximo com quem a gente conversa sobre a vida (as viagens, os amores, os sonhos, os planos, ...) essa pergunta faz parte... e nem é nada demais. meu problema é com aquelas pessoas que näo se interessam pela vida da gente, sabe?!
      e que näo sabem o que fazer com uma resposta franca

      Excluir
  7. hahaha amei! Vontade de mandar o link desse post pras ~tias~ tudo xD xD
    Quando fui pro Brasil ano passado tive que ouvir a seguinte frase ''você nunca será uma mulher completa se não tiver um filho''.. Risos nervosos, não é bem assim não, vó.
    Haja paciência!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. até porque a definiçäo de 'mulher completa' provavelmente tem escrito no dicionário, né?!

      Excluir
  8. A resposta que já foi dada e que será dada novamente: "Vai criar pra mim?"

    As pessoas realmente não tem noção! Uma amiga minha disse que assim que casou uma tia* perguntou se ela estava com problemas de saúde, ela perguntou pq e a tia* disse que ela já havia casado há algum tempo e ainda não estava grávida... fato é que ela nem estava tentando.. mas a tia* não entendeu "pq" um ser humano não tentaria após o casamento... tipo... really?????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkk... preciso ser menos banana pra dar respostas assim.

      Excluir
  9. Cara, amei esse post num grau que não dá pra explicar. Você é demais, Ana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. brigadinha, bárbara.
      mas seria täo bom se textos assim näo precisassem ser escritos, né?!

      Excluir
  10. E qdo vc engravida e a tia* fala "como vc tá gorda!, Q rosto redondo!"? Parentes meus estão descolados, pois sabem q respondo mesmo. Já os do maridon, eu preciso sair andando. Eu não posso ver a avó dele pintada de ouro na minha frente. Pra minha sorte, um oceano nos separa:).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu tenho uma parentada dessa assim que nem as do seu marido, viu?! e nessas horas vejo a vantagem do oceano no meio

      Excluir