20 outubro, 2017

bodas de madeira (de lei que cupim näo, rói)


a foto, da foto, da foto... anual.
meio fora de tempo... mas é o tempo da gente... é o jeito que dá.

säo 5 anos. e 5000 seriam pouco.

{e aqui tem a gente nos 4, 3, 2 e 1...}

03 outubro, 2017

maratona de colônia

morta com farofa, mas cheia das endorfina

minha primeira meia-maratona.
é mesmo absurda a sensaçäo de correr junto com 14.500 pessoas, enquanto outras 300.000 torcem por você. é uma competiçäo, mas todo mundo corre junto. a gente luta contra a gente mesmo, contra os nossos próprios limites. e quem ganha é a melhor versäo da gente.

primeiro eu nunca pensei em correr uma meia-maratona. depois nunca pensei que chegaria no final. e depois achei que näo chegaria em tempo pra uma qualificaçäo (quem chega depois de 2h45 é desqualificado). mas corri, cheguei, e näo só me qualifiquei como fiz tudo num tempo que nunca tinha nem sonhado: 21km em 2:07:59. extremamente feliz com o resultado.

case com alguém que cruze a linha de chegada com você

a corrida entrou na minha vida lá por 2009 - corrida intercalada com caminhada - mas só em 2011 que eu consegui correr mesmo. meus primeiros 10km foram alcançados em 2013 e de lá pra cá corridinhas leves - 4 a 7km - säo rotina na primavera-veräo. em abril desse ano me inscrevi pra meia, em maio aumentei o ritmo das corridas, e em junho comecei um plano de treino de 13 semanas. näo completei os treinos, mas completei a prova. e é difícil esconder o orgulho que sinto de mim mesma. 


e foi só a primeira.