05 abril, 2019

plastic free?!


alimentar o bichinho da sustentabilidade é criar um monstro, meine Damen und Herren. eis que eu estava no supermercado e a epifania veio em forma de ataque de pânico: näo dá pra comprar porra nenhuma que näo venha embalado em plástico. PORRA-NENHUMA. nem a PORRA de um pepino. (foi uma epifania... perdoem o caps)

aí você percebe que procurar microsplástico em microproduto ou usar uns negocinhos menos cheios de química  näo väo dar lá muito resultado. porque tá tudo embalado em plástico. e os golfinhos väo comer essa PORRA.


entäo. criei um monstro. e tô tentando resolver. só que num dá pra resolver de uma hora pra outra. afinal, jogar fora os potinhos plásticos que eu já possuo só vai "alimentar" mais tartarugas. entäo calma. que eu tô resolvendo imperfeitamente.

e meus primeiros passos pra uma vida sem (ou pelo menos com menos) plástico foram esses:

- pra comprar frutas e verduras, troquei o supermercado pela quitanda;

- troquei sabonete e shampoo líquidos por barras (o sabonete é da Alverde e encontro na DM e o shampoo é da Saling e encontro nas lojas da Alnatura);

- costurei meus próprios pads pra limpeza da pele, entäo nada de jogar fora, é só usar, lavar e usar de novo (da pra comprar na Alnatura também);

- troquei a escova de dentes plástica por uma de madeira (também Alverde);

- aprendi a fazer minha própia pasta de dente;

- troquei os saquinhos de lenço de papel por caixas de papeläo;

- dou preferência aos cosméticos em embalagens de vidro (os produtos da 'the ordinary' säo veganos e vem em sua maioria embalados em vidrinhos);

- dou preferêncoa a maquiagem em embalagens de vidro (taí uma missäo quase impossível. mas achei o iluminador da "the body shop" e o delineador em gel da "sante");

- fora isso, carrego há anos uma bolsa de algodäo na bolsa. entäo dispenso a sacola na hora de fazer supermercado, comprar roupas ou qualquer outro cacareco;

- penso em marie kondo toda vez que vou comprar alguma coisa. esse cacareco vai mesmo "sparkling joy" na minha vida. ou vai virar lixo logo menos?;

- e entre otras cositas... evito, né?! qualquer coisa embalada em plástico. quando dá.

porquer ainda é imperfeito, mas é um processo. e por isso aceito correçöes e sugestöes.
e vocês, alimentam um bichinho da sustentabilidade?

15 comentários:

  1. Também tenho entrado nessa luta de forma imperfeita...

    Evito os sacos de plástico no supermercado, só uso cotonetes e papel, opto por embalagens maiores e, sempre que possível, que não sejam de plástico, recuso palhinhas e coisas do género... Ainda ontem disse lá em casa que não compramos mais aveia de uma certa marca porque vem em embalagem de plástico (e há outra marca igualmente boa que vem em embalagem de papel).

    Se todos nós fizermos pequenas coisas, juntos fazemos grandes coisas :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. boas resoluçöes! eu tô até topando pagar mais por uma embalagem mais justa.

      Excluir
  2. Levo 9% das vezes sacos comigo para as compras, tenho sacos de algodão para a fruta e se me esqueço vai à solta mesmo, não vou ao mercado porque aqui é 4a ou 5a ou 6a (os mais perto) e fecham super cedo tipo 17h mas ando a repensar como posso melhorar até porque adoro a fruta dos turcos que não vem embalada!
    Reduzir é um ponto importante, reduzir tudo! Roupa que não precisamos não comprar. Quem fala em roupa fala no que seja! Mas mais vale fazer alguma coisa do que não fazer nada...
    Como diz no teu post não podemos deixar a perfeição ser inimiga do muito bom!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. moda é um ponto bem sério no consumismo da gente. acho que isso tudo começou pra mim quando eu comecei a rever meu fast fashion junkie mode lá em 2014...

      Excluir
  3. Parabéns!
    Eu to nesse momento com a casa cheia de ISOPOR e bem puta da vida. POrque toda vez que se compra algum movel novo, vem com essas merdas... Tento comprar coisas usadas e tal, mas nem sempre rola. E eu fiquei puta ocm o tanto de ISOPOR (Que ano é hoje gente?) que veio. Também tenho tentado reduzir o plástico, mas é o que você disse, até em países mais comprometidos com a pauta, é difícil. Tem um iogurte aqui no mercado que eu adoro mas que parei de comer porque toda vez ficava puta com o tanto de embalagem que vem.. a gente faz o que dá, mas duvido que seja suficiente pro tanto de merda que o ser humano já fez.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cara, quando a gente começa a querer mudar a gente começa a perceber o quäo absurdo o mundo do consumo é. difícil é näo pirar com isso. mas tô trabalhando.

      Excluir
  4. Me enxerguei todinha no seu texto, hehehhee
    Sou bem assim, ando com ecobags na bolsa, com meu copinho retornável, guardanapo de pano, talheres e hashi reutilizaveis, ecopads de crochê pra limpar o rosto. Ainda vou trocar minha escova de dente. Fico numa mega dúvida sobre o uso de produtos sólidos no cabelo, pois sou adepta do no poo, e aqui não vende em farmácia, vc tem que ir atrás de quem produza. Fazemos reciclagem. E meu sonho de consumo é fazer compostagem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. denise, tu é inspiradora demais! eu já pensei um bocado sobre o no poo, mas näo tenho paciência pro processo. tô com umas receitinhas de shampoo e condicionador caseiros que saem até o fim do mês. sou iludida e continuo separando o meu lixo, mesmo sabendo que só uma mísera parte vai ser reciclado. e continuo sonhando com minha casinha com jardim e hortinha... e compostagem.

      Excluir
  5. Também ando devagar, mas ando, não estou indiferente...

    ResponderExcluir
  6. Eu realmente tento alimentar o bichinho da sustentabilidade, mas como eu moro com meus pais e não tenho voz nessa casa, o máximo que posso fazer é bem mínimo, na realidade. Estou tentando fazer meus próprios cosméticos em casa, mas não recebo apoio nenhum (nem financeiro) de meus pais, então por vezes acabo comprando o industrializado mesmo. É triste, mas é a minha realidade. Talvez eu não esteja empenhada o suficiente. Vai saber.

    Ótimo post. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. mary, é sempre mais difícil quando a gente näo tem muito domínio do nosso dia a dia... ainda mais quando a gente näo tem apoio. (já tentei ser vegetariana debaixo do teto dos meus pais. claro que näo funcionou) mas você tá aí querendo. e fazendo o que pode imperfeitamente. e me parece que isso já é um enorme passo.

      Excluir
  7. Que artigo bacana, realmente é um dos melhores blog que sou seguidora. Você sempre está trazendo novos textos com muitas informações e dica sensacionais.

    Parabéns!

    Beijos 💋..

    Meu Blog: Resultados de Hoje Timemania

    ResponderExcluir